Analfabetismo no Brasil! – Estamos realmente no século 21?


analfabeto
Outro dia vi algo que me surpreendeu, uma senhora pediu a minha esposa para ler para ela um bilhete que tinha em mãos, a primor pensei que seria por conta de sua visão por se tratar de uma senhora beirando seus 60 anos, coisa que normalmente acontece nessa faixa etária, mas descobri que na verdade ela não sabia ler. Isso despertou meu interesse em buscar mais informação sobre este assunto (analfabetismo) e descobri que ainda nos dias de hoje, era da tecnologia, da informação globalizada há uma enorme gama de analfabetos. Cerca de 14 milhões de brasileiros não sabem ler nem escrever e 28% da população nordestina de 15 anos ou mais em cidades de aproximadamente 50 mil habitantes são analfabetos.  Isso sem contar os idosos que chegam a 60% da população de não alfabetizados destas cidades, segundo pesquisas do IBGE

Na postagem Falta de conteúdo no ensino a culpa é doprofessor?, eu um falo sobre o papel do governo, do professor e até mesmo dos pais em relação à educação no Brasil, mas em se tratando de analfabetismo, acredito eu, que a culpa maior é do governo por não dar um amparo maior a educação, por não criar meios para estimular as pessoas ao aprendizado.  Os jovens de hoje preocupa-se mais com jogos, internet e outras coisas mais que deturpam a integridade moral do ser humano do que com os estudos. Hoje em dia pouco se  aquela vontade que a maioria tinha em buscar uma meta de vida, terminar seus estudos, prestar uma faculdade e forma-se na profissão de sua escolha. As escolas hoje em dia não dão mais aquela total atenção ao aluno, fazendo com que muitos desistam de estudar não chegando nem a completar o ensino fundamental.  

Com o eu citei também na postagem acima, os pais estão se preocupando cada vez menos, talvez seja pelo fato de estarem se tornando pais cada vez mais cedo e sem qualquer instrução ou preparo para isso. Não estou generalizando, pois conheço muitas pessoas que se tornaram pais cedo e são exemplos de país, mas infelizmente nem todos agem da mesma forma.

A televisão também ajudou bastante para o declínio na educação no Brasil, passando em horários impróprios, cenas de mulheres seminuas e falando sobre temas que não deveriam ser tratados com crianças assistindo, claro que os pais devem controlar o que os seus filhos assistem, mas na maioria dos casos isso não acontece. Eu trato de uma forma mais detalhada sobre este tema na postagem: Pornografiaou Poesia?

Seria muito melhor ouvir que o Brasil é o País da educação, do que o País do futebol, apesar de que nem isso é mais, mas seria muito melhor se o governo se preocupasse mais com a educação, com a Saúde e com a população de um modo geral ao invés de se preocupar em investir milhões em estádios de futebol, mas, pra que saber ler e escrever basta saber votar.

Até a Próxima!

Henrique Neves

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pollyanna “o jogo do contente”

Não somos filhos da religião, somos filhos de Deus.

Onde encontrar forças para continuar