Pular para o conteúdo principal

Falta de conteúdo no ensino, a culpa é do professor?

Educação


O Brasil ocupa nada menos que o 88º lugar em educação de acordo com a UNESCO, isso no rank de 127 países.
Como eu citei na postagem: Pornografia ou Poesia? – A educação nos dias de hoje está muito deturpada – Mas, de quem é a culpa? – Qual o envolvimento dos pais e professores em ralação a isso?


Muito se discuti sobre a educação no Brasil, Poe se a culpa no governo, nos professores e até mesmo nos pais. Acredito que na verdade que todos têm um quinhão de culpa nisso. O governo por não investir mais na educação, por não valorizar o aprendizado como um ponto essencial para evolução do País. Afinal é através da educação; do ensino que nossas crianças vão obter o conhecimento necessário para um futuro mais enriquecido, e sem contar também na desvalorização por parte do governo em relação aos professores, que não tem o incentivo necessário para exercer bem sua função, que em minha opinião não seria apenas lecionar, mas colaborar para uma educação mais ampla para nossos filhos.


Também há uma parte de culpa em relação aos professores, claro que isso não se engloba a um modo geral, mas a uma parte desinteressada no que se diz respeito à educação e ensino; como disse um professor à filha de um amigo “não to nem ai se vocês não prestarem atenção, eu já aprendi e todo final do mês o meu está no meu bolso”, não é dessa forma que um professor, em minha opinião, deveria agir. Um professor aprendeu para ensinar e tem a obrigação de saber lidar com o aluno, sem qualquer tipo de descriminação ou preferência, infelizmente existem sim maus professores que acabam denegrindo a imagem dos bons professores, os que realmente têm amor a profissão e sentem prazer em lecionar. Como os pais são imagem de incentivo em casa, os professores são a imagem de incentivo na escola, é a imagem que as crianças costumam chamar de tia e se espelhar.


Acredito que os maus professores não surgem de uma má formação profissional, mas, sim, de pessoas que não tem a mínima vocação para exercer essa função e só o fazem por falta de opção ou por desejo de seus pais. Eu mesmo conheço uma professora que não tem a mínima vocação para lecionar, leciona para crianças e não tem sequer um pouco paciência, trata as crianças como se fossem animais, aos gritos e aos berros.  Não estou fazendo criticas aos professores, mas apenas citando uma opinião aos maus professores. Eu tenho um pleno respeito à classe de professores e acho que deveriam ter muito mais valor por parte do governo, afinal é através de seus ensinos, de sua sabedoria, de sua educação que depende o futuro de nossas crianças. Sei que os bons professores fazem o Maximo dentro de seus limites, pois um professor que tem amor pelo que faz, não abandona sua missão.


O papel dos pais acredito ser o mais importante na educação, afinal é de casa que os filhos vão aprender a respeitar para serem respeitados. É de casa que deve partir o primórdio da educação, se hoje em dia o professor é apenas professor a culpa é dos pais que não permitem sequer que um professor ponha seu filho de castigo, como acontecia antigamente, que um professor não era apenas um professor, mas, também um educador. Antigamente os filhos tinham medo quando os pais eram chamados a escola, hoje é o professor que tem medo de chamar os pais na escola. O governo juntamente com o fato de adolescentes estarem se tornando pais cada vez mais cedo, ajudaram bastante para a perda de autoridade que o professor vem tendo cada vez mais, ocasionando, assim, o medo de intervir na educação dos filhos, pois cada vez mais são criadas leis que nada favorecem na educação, ao contrário disso, em minha opinião tem é atrapalhado e muito a educação no Brasil.
Afirmo com freqüência que o principal "nó" da educação brasileira está no fato da população que freqüenta a principal rede de ensino - a pública - pouco reivindica para a melhoria de um sistema que vem se depauperando ao longo dos últimos anos. Ele se expandiu quantitativamente e, ao mesmo tempo, foi se deteriorando na dimensão qualitativa.Trecho do Artigo - Educação é prioridade, do Site: http://www.ideducacao.org.br, por Eleika Bezerra.


Resumindo, a culpa para a falta de conteúdo no ensino do Brasil, é por conta do governo que só atrapalha e não investe na educação, é do mau professor que não tem paciência para ensinar e só se preocupa com o seu no final do mês e dos pais que acham que o professor não tem o direito de chamara atenção de seus filhos, dando aos mesmos total liberdade para fazerem o que quiserem, incluindo desrespeitar o bom profissional que cuida dos futuros médicos, advogados, engenheiros, empresários, professores e os que provavelmente vão cuidar do futuro de nosso País.

Até a Próxima!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pollyanna “o jogo do contente”

Você já parou para pensar quantas reclamações faz por dia? Para quem trabalha e tem a necessidade de acordar cedo, provavelmente já acorda reclamando, assim como também quem tem que ir para seus estudos. Poucos acordam satisfatoriamente bem dispostos para tal tarefa. Basta tocar o despertador que, normalmente quando não falamos, pensamos em algo do tipo (droga ta na hora, ou M..., vai começar tudo de novo) entre tantas exclamações e pensamentos não percebemos que já começamos o dia com negatividade, que já acordamos com a angustia de que o dia vai se repetir.
Claro! – todos nós sempre reclamamos de alguma coisa, mas tem pessoas que parecem não gostar de viver, parecem que estão no mundo por obrigação e não vem a hora de isso acabar.
Você já parou para analisar quantas coisas boas estão ao seu redor? – infelizmente muitos de nós não percebemos isso, não nos damos conta que na maioria do tempo as coisas podem ser benéficas e favoráveis a nossa vida.
Há pouco tempo li um livro (por indicação…

Não somos filhos da religião, somos filhos de Deus.

Há um ditado que diz: política, futebol e religião não se discute.
Verdade! – cada um tem sua opinião formada, segue a religião que deseja, mas você já parou para analisar quantas religiões há no mundo?
Se eu fosse citar aqui todas as religiões que existem certamente iria faltar espaço, pois cada uma tem um ensinamento, uma doutrina, uma concepção da verdade, isso no que cada um acredita ser a verdade, cada um tem uma visão sobre os ensinamentos da bíblia, pelo menos os que acreditam seguir o que está escrito.
Quando eu digo que acreditam seguir o que está escrito, não quero dizer que não seja verdade, pois cada um entende de uma forma, e se é a forma correta ou não, não cabe a eu dizer, mesmo por que nunca estudei sobre a bíblia, apesar de que na minha concepção não é para ser estudada, mas, entendida.
O que eu não entendo é o fato de porque existem tantas divergências entre as religiões se no final de tudo todas tentam passar a mesma coisa. Seguir a Deus acima de todas as coisas e ama…

Onde encontrar forças para continuar

Na vida somos tentados a todo o momento, somos testados com perdas, derrotas e humilhações. Somos postos em um campo de batalha onde temos a necessidade de mostrar o quanto forte somos, pois se nos demonstrarmos demasiados fracos a nossa queda pode ser mortal.
Eu sei que em muitos momentos de nossa vida temos vontade de desistir, de jogar tudo para o alto, pois nossa força é esgotada devido às fortes pancadas da vida. O desanimo parece nos dominar por completo nos impedindo de buscar forças para continuar, mas é nesse momento é que temos que nos colocar no papel de responsáveis e procurar uma fonte inesgotável de força. Eu por exemplo, assim como muitos, passei por momentos difíceis, momentos eu que acreditei estar no fundo do posso, desanimei, pensei em desistir de lutar, pois já não encontrava mais forças, até que pela graça de Deus nasceu minha filha. A minha maior fonte de força, minha fonte inesgotável, pois por ela fiz coisas que já pensei ser capaz de fazer, suportei coisas que …