Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2014

Para minha filha... Lauryn.

Imagem
Quem é, quem é? Que me acorda com um beijinho, Que me abraça cheia de carinho, Que pra chorar faz biquinho, Que completa o meu viver.
Quem é, quem é? Que não deixa o silêncio se aproximar, Que grita quando me vê chegar, Que segura minha mão pedindo para passear, Que domina meu ser.
Quem é, quem é? Que dança sozinha, Que parece uma princesinha, Que me faz sorrir com qualquer gracinha, Que é a luz no amanhecer.
Quem é, quem é? Que veio ao mundo, Que de repente mudou tudo, Que no segundo em que abriu os olhos me fez chorar sem me conter.
Foi você filha minha, Minha pequena pessoinha Minha princesa, minha gatinha O maior presente que Deus poderia me oferecer.

Lauryn! Papai Ama Você

Henrique Neves

Isabella..., Amo Você!

Imagem
Isabella... Linda é ela, Bela que domou a fera com ternura e paixão.
Isabella... Fonte de aquarela, Gotas de arco-íris, luz de emoção.
Isabella... Flor singela, Bela que conquistou o meu coração. 
Isabella... Fonte do meu ser, nada mais tenho a dizer, Apenas AMO VOCÊ!!!
Aquele que sente vergonha de expressar seu amor, nunca irá descobrir o verdadeiro sentido desse sublime sentimento.
Henrique Neves

Ela disse que sou poeta

Imagem
Ela disse que sou poeta. Será? – palavras saem reluzentes, Sentimento quente, às vezes oponente do próprio ser.
Meu viver nem sempre deixo transparecer, Pois os covardes se prevalecem da fraqueza. Incerteza? – Não pode fazer parte do convívio do poeta, Pois afeta as diretrizes da palavra.
A palavra? – Não deve ser entendida, mas sentida, Pois o que está escrito nem sempre é o que parece ser. Entender? – Vai saber! Às vezes ler não é o suficiente, O entendimento está no inconsciente Traduzido pelo sentimento e emoção.
O tradutor? – O coração, Que explica detalhe por detalhe E dá sentido a razão.
Ela disse que sou poeta – Será?
Henrique Neves

Nunca pensei em te amar, mas Te Amo!

Imagem
Meus olhos se abrem e vêm um ponto de lágrima; a lágrima que corre na face de um sorriso triste. As lembranças não confortam, pois são lembranças de promessas não cumpridas. A minha frente um lindo rosto marcado pela desilusão. Um coração que se entregou abertamente sem pensar. A inocência que se evadiu ao se entregar as promessas de amor.
Estou ausente, mas, presente em sentimento. Atento as promessas que lhe fiz. Nunca quis lhe ver infeliz. Perdão por meu comportamento.
Vejo o mar sereno. Os pássaros fazendo voltas com vento. Vejo-me em seus sonhos; Em suas lembranças Diante ao amor que lhe prometi. Não! – Não fugi de você, fugi de mim. Nunca me vi, assim, amando realmente alguém. Nunca fui além de meus interesses pessoais. Nunca passei de encontros casuais. Nunca quis nada, a mais.
Me vi com medo de um amor que nunca senti. Você fez com que me perdesse em minhas intenções. Uma paixão assim nunca vivi. Caí em contradição em minhas razões.
Mas, agora quero enxugar esse ponto de lágrima, Apagar a magoa…

O conceito da “AMIZADE”

Imagem
Amigo... não há interesse, não há troca, não há bajulação. Amigo... se desentende, discute, briga, sai da razão. Amigo... não embaraça, não julga; percebe a lágrima por trás do sorriso; amigo volta no tempo, não esquece, tem gratidão.
Amigo... compreende, entende, estende a mão. Amigo... não omite a verdade, é mais que amigo, se torna irmão. Amigo... não é quem se doa ou quem pode oferecer mais. Amigo... divide o pão, a água, as lágrimas, o sorriso.
Amigo... é quem não esquece de quem foi amigo. Amigo... é quem não deixa o orgulho se tornar vingança. Amigo... incentiva, apoia, dá esperança. Amigo... não deixa a vaidade romper o laço. Amigo... não cobra favores, não tem limite de ajuda.
Amigo... não troca o amigo por um colega. Amigo... respeita o silêncio, respeita o momento;  Amigo... espera o momento certo para reerguer seu amigo. Amigo... não tem sempre razão, não intimida, não amedronta. Amigo... não se influência por palavras externas. Amigo... ouve o amigo.
Amigo... procura sem ser procurado, ale…