Me conte um conto

uma história e uma fábula
















Me conte um conto, seja qual for.
De alegria, amor ou amizade,
De fantasia ou realidade.
Tanto faz só me conte um conto.

Um conto de fabulas, história de fadas.
Não me importa se o conto é de criança
,
Só quero guardar na lembrança uma história com final feliz.
Me diz, onde está a esperança?
Não está na infância? – No adulto criança que não se importa com o tempo.
Neste momento só quero esquecer-se de tudo,
Esquecer dos problemas, das pessoas ingratas; quero deixar de lado o cotidiano.

Me conte um conto, uma história que faça sorrir, que me faça dormir e sonhar com anjos. Quero acordar outro alguém. Quero ir além do horizonte, olhar por cima dos montes verdes. Quero olhar o lago da esperança e ver refletir a luz que me conduzirá para o mais puro amor.

Por favor! – Me conte um conto.

Henrique Neves




Comentários

  1. É sempre bom um conto que fale de esperança, de fé, mostrando que amanhã a felicidade certamente virá.. Lindo texto!
    Um abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Elys, há momentos em que, realmente, necessitamos apenas de palavras que nos façam sentir-se bem.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pollyanna “o jogo do contente”

Não somos filhos da religião, somos filhos de Deus.

Onde encontrar forças para continuar