"Musa" Minha inspiração

Musa minha inspiração


Dizem que não, mas sei que sim,
Uma delas me acompanha.
Não a vejo, mas a sinto e sua presença me acanha.

Não a vejo, mas sinto seu perfume.
Que me embriaga e me seduz,
Que inspira minha alma e nas palavras me conduz.

Ela é a fonte, é o ser,
É a inspiração que vem do nada.
Uns entendem, outros tentam entender.
O sentido da velha estrada.

Ela é o mito que se torna estro,
É a estrela do canto poético.
Ela é a raiz no fundo do oceano,
É a palavra que não se torna engano.

Ela é a luz em um ponto forte
De uma mente brilhante e confusa.
Se da poesia vive o poeta,
Na inspiração vive a musa.


Henrique Neves

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pollyanna “o jogo do contente”

Não somos filhos da religião, somos filhos de Deus.

Onde encontrar forças para continuar