Olha só...


menina mulher









Olha Só...
Veja como são as pessoas,
Às vezes sorriem, às vezes choram.
Os amigos mentem, pois nem sempre são amigos.

Olha só...
Quem diz amar nem sempre ama;
Engana, mente pela conquista do prazer.

Olha só...
Um coração vulnerável como se rende.
Na carência de sentimentos não entende,
Não acredita que o mundo pode ser cruel.

Olha só...
A menina sem querer virou mulher,
Mas, não caiu, permaneceu de pé
Em meio às voltas do seu coração.
Estudou o livro da vida,
Equilibrou o sentimento e a razão.


Atenção! - todos os artigos aqui postados são protegidos por direitos autorais. Você pode copiar desde que sejam dados os créditos ao autor e ao blog/site.

Titulo: Olha só...

Categoria: Poesias

Comentários

  1. Olá Henrique, boa noite!
    É sempre muito bom conhecer poemas e as pessoas talentosas que os escrevem!
    De extrema sensibilidade os seus escritos, parabéns!
    Um grande abraço!
    Adriana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Adriana...

      Obrigado! - Seja bem vinda ao meu circulo de amigos.

      Fico feliz que tenha gostado do poema. É muito gratificante saber que pessoas, assim, como você se sensibilizam com meus poemas, isso é de um grande incentivo para continuar me dedicando e buscando cada vez mais postar conteúdos de qualidade que leve algo de positivo para todos os leitores.

      Um forte abraço e um excelente fim de semana.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Pollyanna “o jogo do contente”

Não somos filhos da religião, somos filhos de Deus.

Onde encontrar forças para continuar