Você almeja o primeiro Lugar?


primeiro lugar
Uma vez eu ouvi: Não queira ser rei, seja amigo do rei.

A primor, não entendi, mas de um tempo para cá descobri na risca o que quiseram me dizer.

Para ser Rei temos que estar preparados e cientes de que estarão sempre tentando cortar nossas cabeças para tirar nossa coroa. Sempre vai ter alguém querendo ocupar o primeiro lugar no pódio sem se importar com que métodos tenha que usar para isso.

Descobri que o primeiro lugar, dependendo da posição, pode não ser tão satisfatório, pois você acaba tendo que lidar com falsidade, bajulação e interesse. O primeiro lugar pode fazer com você não seja reconhecido pelo seu valor, mas sim, pelo que você pode oferecer, pois desde o momento em que você comete uma falha todos os seus valores são deixados de lado. Todo seu esforço para chegar e se manter em primeiro pode desmoronar em questão de segundos. Um simples erro pode lhe colocar como incompetente, pois você foi focado a perfeição, e com isso pode acontecer de você se tornar uma pessoa arrogante, sem escrúpulos, predestinado a tudo para manter sua posição.

Uma vez eu ouvi: às vezes é melhor ficar em segundo, pois todo mundo quer o primeiro lugar e se você não tiver forças para se manter em primeiro seu tombo pode ser feio.

E é verdade. Quem está acostumado sempre com primeiro lugar não aceita perder sua posição, por mais que diga que não, acaba por se sentir um derrotado esquecendo o tempo em que se manteve em primeiro, parece que todas as suas vitórias não valeram de nada, o medo de cair no esquecimento acaba fazendo com que suas atitudes sejam contrarias aos seus propósitos. A necessidade de manter seu ego elevado se sobrepõe a tudo e a todos.

 A uma pequena diferença entre o primeiro lugar e ser um vitorioso. O primeiro lugar nem sempre faz de você uma pessoa vitoriosa, isso dependendo dos meios os quais você usou para chegar e se manter em primeiro. Ser vitorioso é saber agir com cautela, com paciência e não ultrapassar negativamente sua conduta moral. Ser vitorioso é acreditar em algo além do seu alcance, é ter caráter e lutar por seus ideais. É fazer valer suas idéias por maior que seja o obstáculo que, com certeza, são muitos. Ser vitorioso não é se envaidecer com o primeiro lugar menosprezando os que dificilmente chegam até em 10º, ou até mesmo em ultimo. Ser vitorioso é fazer valer de suas experiências para ajudar a subir nem que seja um degrau quem está muito atrás de você. Ser um vitorioso é deixar o egoísmo de lado e deixar de pensar que não é só porque você lutou, sofreu e conquistou sozinho sua liderança que você não pode ajudar os outros.

Não adianta estar em primeiro e ser um derrotado, pois não é o seu valor que lhe coloca em primeiro, mas sim o que você pode oferecer, e o dia em que você não puder oferecer mais nada certamente vão lhe deixar em ultimo.

Quantos artistas que participaram de reality shows e que conquistaram o primeiro lugar, que venceram a competição caíram no esquecimento? – Enquanto os que ficaram em segundo e terceiro, ou até mesmo nem chegaram às finais hoje fazem sucesso. Ficar em primeiro nem sempre é sinal de vitória. A vitória está dentro de cada um de nós. No valor moral, no caráter, na humildade, na simplicidade e na fé de que um dia irá conquistar seus sonhos.
Você merece o primeiro lugar desde que haja com dignidade. Não queira apenas conquistar a liderança, mas merecê-la. Chegar a primeiro com méritos fará de você um vitorioso. Querer chegar a primeiro sem méritos só fará se você uma pessoa arrogante.

Para chegar a primeiro é preciso saber se manter em primeiro. É preciso ter ciência de que muitos irão tentar tomar o seu lugar. Se você quer ser o primeiro da fila esteja preparado para tudo. Trabalhe bem seu lado emocional, pois muitas das vezes o primeiro lugar faz com que percamos nossa paz, nossa liberdade e principalmente nosso tempo. O primeiro lugar faz com que nosso tempo fique escasso, não nos permitindo dar atenção ao que na verdade merece o primeiro lugar em nossas vidas.

Até a Próxima!


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Pollyanna “o jogo do contente”

Não somos filhos da religião, somos filhos de Deus.

Onde encontrar forças para continuar